Make your own free website on Tripod.com

Sabiá-laranjeira

Ave passeriforme da família dos turdídeos, gênero Turdus. Um dos pássaros canoros mais apreciados no Brasil, conhecido na Amazônia como caraxuê.

Um dos pássaros canoros mais apreciados no Brasil é o sabiá, cujo canto se parece com o som de uma flauta. É conhecido na Amazônia como caraxué.

Sabiá é uma ave passeriforme da família dos turdídeos, gênero Turdus. No Brasil são conhecidas mais de dez espécies. Frugívoros e insetívoros, os sabiás alimentam-se também de vermes e pequenos moluscos. Vivem nas capoeiras, cerrados e beiras de mata, e freqüentam fazendas e habitações rurais do interior, onde costumam fazer seus ninhos nos pomares. Os ovos, em número de quatro, são esverdeados com pintas vermelho-ferrugem, e os filhotes são criados no período quente do ano. Em Santa Catarina e certas regiões de São Paulo, os sabiás migram em grandes bandos na estação fria.

O sabiá-laranjeira, ou sabiá-piranga (T. rufiventris), distingue-se facilmente das espécies congêneres por ter o peito e a barriga de cor vermelho-ferrugem. Grande cantor, é a espécie mais famosa e também a mais comum, mesmo perto das casas, desde que haja arvoredo. O sabiá-branco (T. amaurochalinus) aparece também nos centros populosos, ao contrário do sabiá-verdadeiro (T. fumigatus), que é estritamente silvestre e de distribuição limitada ao norte do Brasil, onde é considerado o melhor cantor do gênero. Outras aves brasileiras recebem o nome de sabiá, inclusive uma da família dos papagaios, o sabiá-cica (Triclaria cyanogaster). Adaptam-se bem à vida em cativeiro.

Voltar